Estado de Alagoas

Página Inicial
História
Notícias
Cidades
Maceió
Símbolos
Alagoanos Notáveis
Governadores
Principais destinos
Gastronomia
Folclore Alagoano
Cultura
Economia
Esporte e aventura
Praias
Lagoas
Artesanato
Aeroporto
Teatro Deodoro
Curiosidades
Livro de Visitas
Links
E-Mail

Coité do Nóia - Alagoas

 

A colonização da cidade de Coité do Nóia está ligada aos movimentos que resultaram na implantação de Limoeiro de Anadia e, posteriormente, Arapiraca. Segundo depoimento do mais antigo morador da cidade, por volta de 1880, existia apenas quatro casas que pertenciam à família Nóia, fundadores do povoado, pouco tempo depois, procedente de Limoeiro de Anadia, fixou-se na região Manoel Jô da Costa, dedicando-se à exploração de gado e cultivo de terra. Pequenas e variadas veredas ligavam o local a Arapiraca e Limoeiro de Anadia.

O núcleo que começava a se formar recebeu o nome de Coité, em razão do grande número de pés de coitizeiros. A comunidade foi aumentando com a chegada de famílias vindas de outros municípios. Aos primeiros moradores do lugar, juntaram-se Manoel Marques, de Pernambuco, e Manoel Cazuza, de Arapiraca. Logo após chegaram as famílias Bernardino e Virgem e o lugarejo tomou forma de povoado. A abertura de novas estradas permitiu um intercâmbio maior entre o povoado e as cidades vizinhas. O fato contribuiu de forma decisiva para que Coité do Nóia passasse a ocupar lugar de destaque na região.

Em 1963, pela Lei 2.616, Coité do Nóia foi elevado à condição de município. A alegria da população do município está presente em suas festividades: a festa do padroeiro, São Benedito e da Emancipação Política, comemoradas efusivamente por seus moradores.


Mapa do Site  |  Política de privacidade