Estado de Alagoas

Página Inicial
História
Notícias
Cidades
Maceió
Símbolos
Alagoanos Notáveis
Governadores
Principais destinos
Gastronomia
Folclore Alagoano
Cultura
Economia
Esporte e aventura
Praias
Lagoas
Artesanato
Aeroporto
Teatro Deodoro
Curiosidades
Livro de Visitas
Links
E-Mail

Coruripe - Alagoas

 

CoruripeO nome Coruripe é de  origem indígena e significa “no rio dos sapos”.

No inicio da colonização, a área era habitada pelos índios Caetés. O município começou a se desenvolver por volta do século 19. Antes, sofreu influências culturais dos portugueses e holandeses, fatos que marcaram a história do município.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, do século XVIII,  tem um estilo neoclássico. As imagens de São Sebastião, São José, Santo Antonio, Nosso Senhor Glorioso e a Nossa Senhora da Conceição fazem parte do acervo do templo religioso.

A região ficou conhecida na história do Brasil por ter sido palco do naufrágio da nau Nossa Senhora da Ajuda, que conduzia o bispo Dom Pero Fernandes Sardinha a Portugal. A história também registra no local o naufrágio do navegador espanhol Dom Rodrigo de Albaña, que foi homenageado com o batismo de um grande rochedo, em 1560. De uma capela nasceu o povoado, onde já se comercializava ativamente o pau-brasil e outras madeiras.

Na segunda metade do século XIX, a prosperidade de Coruripe o fez superar a vila de Poxim, à qual estava subordinado. Foi elevado à condição de vila em 1866. Com a mudança da sede, a freguesia sob invocação de Nossa Senhora da Conceição também foi transferida.

Em 1882 foi instalada a comarca de Coruripe, que foi extinta em 1932 e restaurada em 1935. Embora tenha seu desenvolvimento ligado à agroindústria açucareira, o município tornou-se conhecido pela beleza de suas praias e lagoas que atraem milhares de turistas. Destacam as praias de Pontal do Coruripe, com um farol e arrecifes que formam uma piscina natural, Miaí de Baixo e de Cima, mar aberto e quase deserto e os baixios de Dom Rodrigues, excelente para a prática de mergulho. Entre as lagoas estão a de Jequiá, famosa pela vegetação exuberante, Escura, Guaxuma, Vermelha e a Lagoa do Pau, de rico manancial.

Boa parte do ano Coruripe vira festa: do Bom Jesus dos Navegantes e de São Sebastião em janeiro, Festival do Côco no mês de fevereiro, São José do Poxim dia 19 de março, Emancipação Política comemorada no dia 16 de maio, São Roque dia 16 de agosto e da padroeira Nossa Senhora da Conceição  no dia 08 de dezembro.

Alugar um cavalo e sair cavalgando pelos caminhos dos coqueirais é ter oportunidade de descobrir paisagens que parece só existir nos sonhos.

A natureza caprichou em Coruripe. O mar exuberante e coqueiros em profusão realçam o lugar. O município tem belas praias, destacando-se Lagoa do Pau, Miaí de Cima, Miaí de Baixo. Cada qual se destaca pela singularidade de suas belezas como é o caso do Pontal de Coruripe, que tem sua marca registrada desde 1948, quando se construiu um farol para orientar as embarcações. O Pontal é um povoado de pescadores que se transformou num atraente destino turístico.

Dispõe de confortáveis pousadas e toda estrutura necessária para o lazer. O artesanato é um atrativo. As mulheres dos pescadores passam o dia fazendo cestinhas, porta-jóias, bolsas, chapéus com a palha de ouricuri, uma espécie de palmeira que existe na região.

LocalizaçãoMunicípio da Região Leste do Estado de Alagoas
Área967 km²
LimitesSão Miguel dos Campos, Junqueiro, Jequiá da Praia, Teotônio Vilela, Penedo, Feliz Deserto e Oceano Atlântico
Altitude16 m
ClimaQuente e úmido com chuvas entre abril e julho
Temperatura média anual27º C
Distância da Capital96  km
EconomiaTurismo, pecuária, agricultura, indústria e pesca
Divisão AdministrativaCoruripe-sede e Poxim
População44.305 habitantes (2000)
Criação do Município16 de maio de 1866
CEP57230-000
DDD82

Mapa do Site  |  Política de privacidade