Estado de Alagoas

Página Inicial
História
Notícias
Cidades
Maceió
Símbolos
Alagoanos Notáveis
Governadores
Principais destinos
Gastronomia
Folclore Alagoano
Cultura
Economia
Esporte e aventura
Praias
Lagoas
Artesanato
Aeroporto
Teatro Deodoro
Curiosidades
Livro de Visitas
Links
E-Mail

Olho d'Água das Flores - Alagoas

 

Em 1800 o Padre Antonio Duarte, encontrou um olho d’água ao pé de uma serra, ai resolveu fixar-se, construindo depois, uma choupana, que passou a ser ponto de pouso dos que transitavam no local. Perto dessa nascente brotou uma árvore, provavelmente um pau d’arco. Na época de floração cobria-se de tantas flores que, tangidas pelo vento, suas pétalas formavam verdadeiro tapete à superfície da água.

Esse fato, repetindo-se várias vezes, fez com que os viajantes que passavam pela rancharia do Padre Antonio Duarte, denominassem-na de Olho d’Água das Flores, nome que a tradição ainda conserva. Olho d’Água das Flores continuou por muito tempo um simples pouso para viajantes até que, em 1884, veio residir na localidade os irmãos Ângelo e Gil de Abreu, cidadão trabalhador que, aos poucos, foi incentivando a agricultura e pecuária, construindo estradas carroçáveis, açudes etc. Edificou uma capela sob a invocação de Santo Antônio, padroeiro da localidade. Data, daí, o início da povoação.

A Lei n° 108, de 24 de agosto de 1948, criou o distrito judiciário de Olho d’Água das Flores, no município de Santana do Ipanema. Através da Lei n° 1473, de 17 de dezembro 1953, criou o município de Olho d’Água das Flores, com território desmembrado de Santana do Ipanema.


Mapa do Site  |  Política de privacidade