Estado de Alagoas

Página Inicial
História
Notícias
Cidades
Maceió
Símbolos
Alagoanos Notáveis
Governadores
Principais destinos
Gastronomia
Folclore Alagoano
Cultura
Economia
Esporte e aventura
Praias
Lagoas
Artesanato
Aeroporto
Teatro Deodoro
Curiosidades
Livro de Visitas
Links
E-Mail

Pilar - Alagoas

 

Distante 42 km de Maceió, a cidade de Pilar surgiu no século 19, proveniente de um engenho de cana-de-açúcar.

Historiadores relatam que a cidade do Pilar surgiu no século passado de um engenho que pertenceu ao espanhol, José de Mendonça Alarcão Ayala, ancestral do Barão de Mundaú. Segundo a tradição, o nome do município tem origem na lenda do aparecimento de uma imagem de Nossa Senhora em um pilar, nos arredores do povoado. A lenda conta, que a santa foi retirada e colocada em uma capela, surgindo, tempos depois, no local primitivo. Outros historiadores afirmam que a padroeira da cidade foi trazida pelo espanhol, José Ayala, de sua terra natal.

No Pilar, registrou-se a última pena de morte no Brasil. O escravo Prudêncio, pertencente a João Lima e outros dois escravos Vicente e Francisco se uniram e resolveram matar os patrões. Prudêncio matou João Lima e sua mulher, mas os outros escravos não conseguiram atrair seus patrões para a emboscada. Descobertos os corpos, os negros fugiram, mas foram capturados. O Imperador D. Pedro II, então, autorizou o enforcamento de Prudêncio. A visita de D. Pedro II ao Pilar é considerada um dos mais importantes fatos históricos da cidade e da região.

No ano de 1854, foi criada a freguesia do Pilar. Com o progresso, foi elevada à categoria de vila em 1857. Em março de 1872, a lei 624 garantiu autonomia administrativa. E em 1944, o nome de Pilar foi mudado para Manguaba, pelo fato da lagoa ser o principal acidente geográfico do município. Em 1949, o município voltou a se denominar Pilar. A beleza natural da Lagoa Manguaba é o principal encantamento do Pilar, que possui casarios coloniais do início do século passado.

No município há fontes de água de boa qualidade, inclusive mineral. Sua população é alegre e acolhedora. A cidade é bastante festiva, e faz parte de seu calendário turístico os festivais do Bagre e do Siri, além da Festa de São Pedro.

O maior atrativo de Pilar é sua beleza natural. A cidade, localizada às margens da Lagoa Manguaba, é cercada por resquícios de mata atlântica, várias fazendas com reservas ecológicas e fontes de água mineral.

A população é de aproximadamente 32 mil habitantes. Pilar é uma cidade festiva, e no seu calendário de eventos se destacam o festival do Bagre, do Siri e a Festa da Padroeira Nossa Senhora do Pilar, que atraem muitos visitantes.


Mapa do Site  |  Política de privacidade